AstraZeneca / Rebordosa esclarece processo de vacinação / Vacinas do CHTS foram danificadas

Os Agrupamento de Centros de Saúde da região do Vale do Sousa (Tâmega II – Vale do Sousa Sul e Tâmega III – Vale do Sousa Norte) suspenderam esta terça-feira a administração da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca.

O ACeS do Vale do Sousa Norte, que abrange os concelhos de Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras, suspendeu a administração de vacinas apenas esta terça-feira, retomando os agendamentos nos restantes dias para os maiores de 80 anos com as vacinas da Pfizer e da Moderna.

Os agendamentos desmarcados “voltarão a ser agendados para nova data, pela mesma ordem, dentro do grupo de risco elegível onde estão inseridos”, informou o comunicado, assinado pelo diretor executivo do ACeS, Hugo Lopes.

A suspensão da vacina da AstraZeneca deve-se ao “princípio da precaução em saúde pública”, enquanto a segurança desta vacina é reavaliada pela Agência Europeia do Medicamento.

Já o ACeS Vale do Sousa Sul, que engloba os concelhos de Penafiel, Paredes e Castelo de Paiva, suspendeu a toma da vacina contra a covid-19 esta terça-feira e no domingo, dias em que estava prevista “a vacinação do grupo da resiliência, profissionais de saúde não SNS e órgãos de soberania com a vacina da AstraZeneca”.

Contudo, o ACeS assegurou que se mantêm os agendamentos nos restantes dias desta semana com as vacinas da Pfizer e da Moderna aos mais de 80 anos e que, a partir da quinta-feira, “já serão administradas as segundas doses do esquema preconizado”.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *