Incidência, Desconfinamento, Pandemia, Casos de covid-19
Fotografia: Polícia de Segurança Pública

A região do Vale do Sousa atingiu um novo recorde de incidência cumulativa de covid-19 (casos de covid-19 por cada 100 mil habitantes). Em média, na região, oito em cada cem habitantes contraíram SARS-CoV-2 entre 13 e 26 de janeiro, valor que representa um aumento de quase 30% relativamente aos últimos dados conhecidos.

Segundo as informações publicadas no relatório de situação da Direção Geral da Saúde, divulgado esta sexta-feira, entre os seis concelhos analisados pelo IMEDIATO os maiores números de casos positivos por 100 mil habitantes são encontrados nos concelhos de Paredes (8.787) e Lousada (8.710). Por outro lado, Castelo de Paiva, com uma incidência de 7.678, e Paços de Ferreira, com 7.986, registam os menores valores.

Em comparação com os últimos dados concelhios conhecidos, relativos ao período de 6 a 19 de janeiro, Castelo de Paiva e Penafiel registaram os maiores aumentos no indicador na região (35,06% e 33,06%, respetivamente).

Consulte a tabela e saiba mais sobre a situação epidemiológica do seu concelho.


Incidência cumulativa (casos de covid-19 por 100 mil habitantes) no Vale do Sousa*:

Concelho Incidência de 06/01 a 19/01 Incidência de 13/01 a 26/01 Variação
Castelo de Paiva 5.685 7.678 +35,06%
Felgueiras 6.524 8.457 +29,63%
Lousada 7.393 8.710 +17,81%
Paços de Ferreira 6.128 7.986 +30,32%
Paredes 6.639 8.787 +32,35%
Penafiel 6.108 8.127 +33,06%
Vale do Sousa 6.412,83 8.290,83 +29,29%

*Dados do boletim epidemiológico da Direção Geral da saúde de 28/01.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.