Trabalho / Felicidade / outros / Saudades / Férias / Exames / reconhecimento / Beijo / Estudante / Ser / Relação / Mudança / Vida /Ano Novo / Tempo / Coaching / Preguiça / Coaching…para quê? - Poupa / Saber Viver

O tempo vai passando por nós ou nós pelo tempo! Não é uma questão de gostar, concordar, não gostar ou não concordar. É uma questão de aceitar! O que é certo, é que estamos todos a finalizar mais um ano. Os anos vão-se somando. As crianças de ontem são os jovens ou adultos de hoje. Os adultos de ontem são os idosos de hoje. Foi, é e será sempre assim. Envelhecer ocorre silenciosamente, tão “lentamente” que o tempo psicológico engana o tempo cronológico! Acontecimentos desejados e não desejados vão ocorrendo ao longo da Vida e tudo isso nos transforma na pessoa que hoje somos. Por vezes, desejaríamos voltar atrás ou paralisar o tempo num momento de suposta felicidade! Voltar a viver esses momentos, estar com as pessoas que por ventura “já partiram,” estar numa situação de não doença, etc. Mas já não é possível. O passado, materializado na saudade, tornou-se numa imagem mental que está algures na nossa memória frágil!

Dada a impossibilidade de regressar ao passado, resta-nos a esperança no futuro. Mas o futuro é igualmente uma imagem que criamos na nossa mente, sustentada por um sonho, por uma vontade de conseguir algo! Entre imagens “virtuais” vividas ou a viver, resta-nos apenas o momento presente! E, curiosamente, é tudo o que temos! E tudo o que temos, o momento presente, fica tantas vezes inativo, improdutivo, pois andamos confusos, desequilibrados e equivocados no meio dessas imagens “virtuais”. Andamos tão ocupados com a “Vida” que, ou deixamos arrastar no tempo ações que deviam ter sido tomadas ou agimos automaticamente envolvidos por emoções “tóxicas”!

Vamos aproveitar o final deste ano para fazer uma pausa de “manutenção mental”! Melhorar a qualidade e os conteúdos das imagens virtuais mentais (vividas e por viver). Ligar o “GPS” da Vida e saber onde se está! Muitos até sabem para onde querem ir, mas como não sabem onde estão, (de onde partem) nunca lá chegam! Não adianta adiar o inadiável! A procrastinação apenas o atrasa e prolonga o sofrimento profundo! A sua rápida satisfação é efémera! Afinal, fica com menos tempo para conseguir seus objetivos e embora haja outro dia e outro ano, não são os mesmos e os contextos mudam. E um dia (todos o sabemos e nem pensamos nisso), até não haverá outro dia ou outro ano, neste plano físico!

Feita a “manutenção mental” sinta-se “renascido mentalmente,” entusiasmado por Viver e com vontade (e não desejo) de materializar os seus Sonhos (tenha a idade que tiver). Aconteça o que acontecer, não pare, encontrará sempre um caminho mais profundo (alternativo ou complementar) para que a sua vida tenha (ainda mais) Sentido! Dessa forma comece o próximo ano em grande!

Através da Prática do Coaching pode trabalhar a tal “manutenção mental” identificando pontos a desenvolver e a potenciar, caminhos mais profundos na busca da sua realização pessoal ou profissional.

Não perca o próximo artigo de “Coaching…para quê?”. Leia mais artigos na página de opinião do IMEDIATO.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.