Opinião: Aqui / Professor / Rotina / Regresso; Leitura; Cravos; Lição, Vacinas, Cultura

Estou um pouco perdida, o que é natural, não sei se escreva, se discuta a questão polémica que se levantou recentemente sobre a hipótese de racismo n’Os Maias de Eça de Queiroz… Se discuta e me solidarize com o mais recente apelo, urgente, que se lançou sobre um Plano Global de Vacinação que reúna todos aqueles portadores de energia, conhecimento científico, capacidade produtiva e financeira necessários…

Igualmente duvido que haja quem queira que discuta ou tente ridicularizar o Acórdão do T. C. sobre a Operação Marquês já que o caso é, no mínimo, desconcertante…

Não interessa começar a divagar ou registar palavras e frases sobre o assunto pois, o que se viu, o que se ouviu já está mais que dito e escrito e não é fácil tirar daí um parecer mais razoável. Quase nada, já que, a palavra mais ouvida, vezes e vezes sem conta foi, prescreveu! O negócio da PT prescreveu… O do Vale do Lobo prescreveu, o do Grupo Lena prescreveu…isto e aquilo… Tudo! Todos os negócios prescreveram e, por qual razão isso aconteceu?

É claro que ninguém anda a dormir, é fácil adivinhar tudo o que está por trás, é possível que todos se levantem a gritar mentira, é fácil que todos possam dizer que a Justiça em Portugal está uma merda!

Há dias, num supermercado, uma senhora atormentada pelas suas dificuldades económicas, levantou sem pagar, uma lata de atum… Para comer, naturalmente. Foi detida, teve de responder pelo que fez.

Paralelamente, há quem roube milhões, quem, descaradamente brinque com a Justiça sem que, para já, nada aconteça. Quase nada mesmo já que, naturalmente, tudo vai continuar a prescrever…

É isto, estamos condenados a viver assim, a ter de suportar isto tudo sem que o sol possa, finalmente, nascer para todos! Estes são os factos que nos revoltam, esta é a situação que somos forçados a aguentar, já que um juiz estranho baseou a sua decisão num acórdão absurdo e incoerente, um acórdão insensível ao mais elementar bom senso…

É para isto que serve a Democracia? Por onde anda a justiça que não existe para todos? Alimenta-se cada vez mais uma cultura de impunidade e, cada vez mais, não vejo ninguém disponível a combatê-la e a travá-la.

Que ninguém me diga que esta Justiça está a funcionar! É isto o país civilizado que queremos? A isto não se chama enorme corrupção?

Tenho uma pena enorme por não poder fazer nada contra este estado miserável em que nos encontramos. Porque é este o estado a que o Estado chegou…

Esta decisão do Juiz Ivo Rosa tem um impacto enorme na Política e na Justiça e ninguém diga o contrário. Ninguém poderá aceitar ou compreender esta decisão já que o que se fez é um perigo enorme, é um exemplo péssimo numa Democracia cada vez mais abalada. Nem eleições, nem candidatos… nada nem ninguém poderá ou quererá deitar água na fervura… Ninguém, no seu perfeito juízo, poderá aceitar uma tal decisão de um tal juiz que, mesmo provisoriamente, deu cabo da imagem da Justiça. Que já andava muito mal.

Sócrates nunca me convenceu. Mesmo que nos queiram sugerir que este momento difícil poderá servir para uma reflexão, os casos como este trazem a maior decepção!

Leia mais artigos na página de opinião do IMEDIATO.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *