Casa
Fotografia: Direitos Reservados

Numa fase em que muitos portugueses estão de férias e deixam as suas casas com o objetivo de passar alguns dias de descanso com família ou amigos, a Prosegur Alarms deixa oito dicas para uma maior proteção da sua residência.

Segundo um comunicado enviado pela empresa, “em 2020 os roubos a residências aumentaram 14%”, com 659 ocorrências face às 574 registadas em 2019. “Por isso, antes de ir de férias, confira as nossas dicas para deixar a sua casa verdadeiramente protegida e ir de férias descansado”, apela a Prosegur.

Conheça as recomendações da empresa de segurança:

  1. Deixe as portas e janelas fechadas: É o passo mais óbvio, mas também dos mais fáceis de pôr em prática, por isso, é importante não descurar. Antes de sair, seja de férias, seja por períodos mais curtos de tempo, tranque as portas e janelas, mesmo as que se encontram em andares superiores, pois os ladrões podem conseguir aceder.
  1. Evite publicar nas redes sociais que está fora de casa: Na era da partilha de informação, é difícil resistir a publicar nas redes sociais uma fotografia do local onde estamos de férias. Porém, não sabemos a quem irá chegar esta informação, sobretudo se tivermos um perfil público ou muitos seguidores, por isso, o melhor mesmo é não partilhar os seus planos de viagem ou fotografias que comprovem que está longe de casa.
  1. Ative uma câmara de vigilância: As câmaras de vigilância são uma segurança extra, sobretudo porque hoje em dia podem ser monitorizadas à distância. Assim, através de uma app no smartphone, conseguimos ver quem está perto da nossa casa ou nas principais entradas.
  1. Coloque sensores de luz automáticos: Instalar luzes exteriores de presença com temporizador automático podem ser uma opção para que a casa se mantenha iluminada, mesmo de noite. Dessa forma, dá a parecer que a casa está habitada, mesmo quando está ausente.
  1. Peça a um vizinho para guardar a sua correspondência: Se conhecer os vizinhos e estes forem pessoas da sua confiança, pode fazer sentido pedir-lhes que estejam atentos à sua casa durante a sua ausência e que vão recolhendo o correio, para que este não se acumule no exterior e transmita a ideia de que a casa está inabitada.
  1. Utilize fechaduras reforçadas [portões/ portas de garagem]: Além de trancar as portas e janelas, considere reforçar os portões principais e portas de garagem com cadeados ou cadeados que só se abrem com códigos de segurança.
  1. Esconda bens valiosos: Guarde os objetos mais importantes e de valor mais avultado em cofres, garagens ou outros locais de mais difícil acesso. Não se esqueça também de esconder documentos relevantes, como documentos de identificação pessoal ou informações financeiras, entre outros.
  2. Instale um sistema de alarme: As possibilidades hoje em dia são vastas, mas investir num sistema de segurança com alarme ligado a uma central 24h, que avise também a polícia em caso de ocorrência, pode ajudar a evitar despesas avultadas, se houver um assalto. Hoje, estes sistemas podem ser controlados remotamente, através de um smartphone, para um maior conforto do utilizador. Também a colocação de uma placa que informa que o local está protegido poderá dissuadir os criminosos de cometer um delito.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *