Governo / Nós / ps / Hora / Normal / 2022 / Fase / Economia / Avanço / Habitação / Turismo / Emprego / Carris / Cidade / O país do presente e do futuro /A emergência do pós-presidenciais/Ilações presidenciais (escolher)

O momento da grande decisão aproxima-se e o país será chamado a 30 de janeiro para dizer o futuro que pretende, na certeza de que cada voto contará para definir quem nos governará na próxima legislatura.

Os principais protagonistas são conhecidos e os programas eleitorais estão hoje debatidos, pelo que chegou a hora de cada um de nós refletir e votar no projeto político que entender que nos dará maior confiança e estabilidade para continuarmos o caminho de retoma que tão bem vínhamos fazendo até aqui.

A minha escolha está feita: Acredito que só com o Partido Socialista e com António Costa é que podemos continuar a avançar, com justiça social, com emprego, com crescimento económico e com um Portugal onde ninguém fica para trás.

Precisamos de prosseguir com o investimento no Sistema Nacional de Saúde, garantindo que todos os portugueses acedem aos serviços de saúde de qualidade. Precisamos de prosseguir com a aposta na habitação, garantindo que todos os portugueses têm o direito a uma habitação digna. Precisamos de prosseguir com as políticas de incentivo às empresas e ao emprego, garantindo que todos os portugueses consigam ter a estabilidade necessária para viver com qualidade.

Precisamos de continuar o investimento na mobilidade, nas infraestruturas, no desenvolvimento do território, na qualificação ambiental e em muitos outros setores que o Governo do PS conseguiu estimular, numa conjetura difícil que vem valorizar ainda mais o trabalho que António Costa e os seus pares foram capazes de fazer.

Esta ambição, que os portugueses souberam acompanhar, não pode ser interrompida no momento em que nos preparamos para progressivamente abraçar a retoma económica e social, depois de um duro combate do qual saímos vitoriosos.

Esta é a hora de todos nos mobilizarmos na nossa região para votar e escolher o Partido Socialista, seguindo o bom exemplo dos autarcas locais do PS, que têm merecido o apoio massivo da nossa comunidade e têm superado todas as expetativas. Com António Costa será igual e a região também ficará a ganhar.

Leia mais artigos na página de opinião do IMEDIATO.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.