GNR / Violência doméstica
Fotografia: GNR

A GNR deteve, na sexta-feira, um homem de 50 anos no concelho de Paços de Ferreira por violência doméstica. Segundo um comunicado da força policial, o suspeito, “movido pelo excesso de consumo de bebidas alcoólicas”, criou um clima de terror para a companheira e filho, de 49 e 20 anos, respetivamente.

“No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o agressor, movido pelo excesso de consumo de bebidas alcoólicas, vinha a revelar comportamentos de grande descontrolo emocional, culminando em ameaças agravadas contra as vítimas”, lê-se na nota.

Segundo aquela polícia, o agressor chegou a tentar por duas vezes o suicídio, a injuriar e ameaçar de morte as vítimas e – num dos episódios mais recentes – terá tentado fazer explodir uma botija de gás, por forma a incendiar a casa.

“Perante o escalar da violência e ameaças de morte, as vítimas viviam num clima de terror, sabendo que a qualquer momento o agressor podia atentar contra a sua vida e a de quem se encontrasse ao seu redor”, explica a GNR, que deteve o suspeito.

O homem foi presente a primeiro interrogatório, no mesmo dia da sua detenção, no Tribunal Judicial de Paços de Ferreira, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *