paredes / Detida por abuso sexual e pornografia infantil

A Polícia Judiciária identificou e deteve, na terça-feira, um estudante de 17 anos pela alegada autoria de dois crimes de homicídio qualificado, um deles na forma tentada. Os crimes aconteceram no domingo de madrugada no interior de um bar na Rua Central de Gandra, no concelho de Paredes.

“O arguido, sem qualquer incidente prévio que o justificasse, e empunhando uma arma de fogo, terá efetuado um disparo em direção a cada uma das vítimas, atingindo-as em zonas vitais”, descreve a PJ, em nota de imprensa divulgada na sua página.

Um homem de 26 anos e residente no Porto foi baleado na cabeça e encontrado por clientes do bar por volta das 6h30 de domingo, caído na casa de banho e em paragem cardiorrespiratória. A vítima acabou por não resistir aos ferimentos, falecendo na madrugada de terça-feira no Hospital de São João. Era casado, tinha um filho de tenra idade e era empresário na área da construção civil, revelou a PJ.

A outra vítima, um operário fabril de 25 anos de idade e residente em Rio Tinto, Gondomar, encontra-se hospitalizada nos cuidados intensivos. Foi encontrado caído no exterior do bar Praxe, em Gandra, Paredes, junto a uma floreira, com um tiro na zona abdominal.

O detido, de 17 anos de idade, estudante, residente no Porto, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas. Segundo apurou o IMEDIATO, o jovem entregou-se às autoridades na noite de terça-feira.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.