Incidência cumulativa de covid-19 continua a aumentar no Vale do Sousa

A incidência cumulativa de covid-19 a 14 dias (casos positivos por 100 mil habitantes) voltou a aumentar na região do Vale do Sousa, quando comparando com os dados divulgados pela Direção Geral da Saúde na segunda-feira passada.

Segundo o documento, os seis concelhos analisados pelo IMEDIATO (Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel) registaram aumentos neste indicador. Em média, a região tem 647,33 casos de covid-19 por cada 100 mil habitantes, mais 50,25% que os últimos dados conhecidos (de 23/12 a 05/01).

Os concelhos de Paços de Ferreira, Penafiel, Paredes, Lousada e Castelo de Paiva mantêm-se no nível de e risco de contágio “muito elevado”, com incidências entre 480 e 959 por 100 mil habitantes, sendo que o município penafidelense é o mais próximo do nível “extremamente elevado” (960 ou mais).

Tendo em conta o relatório da DGS, Felgueiras continua a registar a maior incidência cumulativa da região, com um aumento de 15,44% comparativamente dos valores de 23/12 a 05/01. Consulte a tabela e saiba mais sobre a situação do seu concelho.


Incidência cumulativa (casos de covid-19 por 100 mil habitantes) no Vale do Sousa*:

Incidência de 23/12 a 05/01 Incidência de 05/01 a 18/01 Diferença (%)
Castelo de Paiva  602 822 +36,55%
Felgueiras  978 1.129 +15,44%
Lousada 612 697 +13,89%
Paços de Ferreira 515 582 +13,01%
Paredes 741 857 +15,65%
Penafiel 717 926 +29,15%
Média do Vale do Sousa 430,83 647,33 +50,25%

*Dados do boletim epidemiológico da Direção Geral da saúde de 25/01.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *