Coaching…para quê? - Saber Viver

Outubro está a chegar e com ele o Dia Mundial do Sorriso. Quando se fala em sorriso lembramo-nos logo da expressão mais evidente, a dos lábios de quem sorri. A pandemia veio dificultar a comunicação não verbal tapando expressões fundamentais ao relacionamento interpessoal. Os entendidos no assunto irão defender que nem toda a expressão do sorriso é labial, pois um sorriso autêntico adiciona umas “ruguinhas” em tornos dos olhos (músculos orbiculares) ao levantar as bochechas e cantos da boca (músculos zigomáticos), como preconizado pelo Guillaume Benjamin Amand Duchenne, neurologista francês. Sorrir induz à libertação de neurotransmissores como a dopamina, serotonina, endorfina que nos fazem sentir mais positivos, motivados e com vontade de viver! Além do mais sorrir torna-nos mais agradáveis aos outros e potencializa o sucesso nos relacionamentos interpessoais. Por isso, faça um esforço…e sorria.

No Coaching interessa a autenticidade com que cada um vive e sente a sua vida. Desta forma, mais importante do que os outros descobrirem ou não a sinceridade do nosso sorriso, é fundamental que cada um tenha consciência dessa autenticidade. Tentar enviar ao longo da vida “sinais exteriores de bem-estar” falsos, é viver uma vida de “sofrimento interno,” que lentamente nos vai “queimar” com inúmeras consequências a nível da saúde mental e física. Não deixa de ser curioso que as pessoas menos jovens manifestam “rugas estáveis” resultantes do seu estado emocional mais característico e persistente!  Seria interessante colocar a questão: que dizem as suas rugas?

Mas não desanime! Nunca é tarde para mudar! Nunca é tarde para se ser autêntico! De mostrar que se está triste e desanimado, quando realmente se está. Assim como sorrir, rir e estar alegre quando realmente assim se sente! Somos humanos! Aceitar o que hoje somos e como nos sentimos não é ficar conformados e paralisados, mas sim identificar as situações que nos levam a sorrir mais e repeti-las! De igual modo, identificar as situações que nos afastam do sorriso, do entusiamo….e não as repetir. Não as repetir pode até significar transformá-las em situações prazerosas. Este trabalho, de profunda transformação pessoal, focada no futuro, visando alcançar novos objetivos ou sonhos é pois a essência do Coaching. Para quando um sorriso autêntico, de quem sabe onde está e onde quer chegar? Um sorriso pelo entusiasmo com vive e constrói o seu caminho de Vida. Afinal, sorrir produz não só efeitos positivos ao próprio como aos outros. Quem gosta de estar ao lado de alguém de “trombas” ou “triste”? As duas perguntas que se impõem fazer são: Hoje, quantas vezes sorriu? Hoje, quantos sorrisos provocou?

Através da Prática do Coaching aumente os motivos para sorrir mais vezes. Mudar “estados mentais” permite identificar outros caminhos e adquirir mais resiliência para superar os desafios da sua vida. Torne-se no ser que deseja, mais sorridente por si e pelos outros!

Não perca o próximo artigo de “Coaching…para quê?”  Leia mais artigos na página de opinião do IMEDIATO.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *