CHTS - Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) recebeu esta sexta-feira dois doentes de cuidados intensivos provenientes do Hospital de Braga. Até agora, o CHTS já recebeu cerca de uma dúzia de doentes de várias partes do país mais afetadas pela pandemia.

“Após os momentos muito difíceis vividos em outubro e novembro, com um autêntico ‘tsunami’ de doentes covid-19 em afluência simultânea e completamente inusitada, onde se chegou a um máximo de 235 doentes, representando, naquela altura, 10% dos doentes covid de todo o país (…) o CHTS tem vivido momentos de menor pressão”, adiantou uma nota de imprensa enviada pelo centro hospitalar.

Assim, a situação pandémica mais calma no Tâmega e Sousa permitiu ao “não só retomar o tratamento de doentes não covid, como cumprir a promessa feita na altura mais complicada: ajudar outros hospitais logo que possível”.

Desta forma, foram recebidos no centro hospitalar cerca de uma dúzia de doentes de hospitais da zona de Lisboa, Loures, Almada, Aveiro, Santo Tirso e esta sexta-feira foi possível disponibilizar duas camas de cuidados intensivos ao Hospital de Braga, “que, na altura de maior dificuldade, foi um dos hospitais que mais ajudou o CHTS“.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *