Armas / Violência doméstica
Fotografia: GNR

A GNR deteve, na terça-feira, um homem de 48 anos por violência doméstica no concelho de Penafiel. Durante a ação policial, foi apreendido diverso material, como uma arma de alarme de calibre 6 mm, um taser e uma catana.

“No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência psicológica contra a vítima, sua ex-companheira, de 45 anos, através de injúrias e ameaças de morte, na presença dos cinco filhos em comum”, explicou uma nota de imprensa da GNR.

Foi possível ainda perceber que o agressor, “não conformado com o final do relacionamento”, terá começado a aproveitar as visitas parentais para infligir maus-tratos à vítima. Segundo a GNR, o agressor vigiava a vítima e a sua residência durante a madrugada, batendo frequentemente à sua porta, com o objetivo de perturbar o seu sono e dos seus filhos.

Tendo em conta o escalar da violência e da gravidade dos factos, foi dado cumprimento a um mandado de detenção. Foi realizada uma busca domiciliária e uma outra em veículo que culminaram na apreensão de:

  • Uma réplica de arma de fogo;
  • Uma arma de alarme de calibre 6 mm;
  • Um carregador de pistola de calibre 8 mm;
  • Uma munição de alarme de calibre 8 mm;
  • Uma arma elétrica (taser);
  • Uma catana;
  • Um bastão em madeira.

O detido foi presente na quarta-feira a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, tendo ficado sujeito às medidas de coação de proibição de contacto, por qualquer forma ou meio, com a vítima e os filhos e proibição de se aproximar da habitação e do local de trabalho da vítima, num raio 500 metros.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.