Bruno Silva / Prémio Montanha
Fotografia: João Fonseca / Antarte Feirense

Bruno Silva conquistou, no domingo, o Prémio de Montanha da 82ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta. O ciclista natural de Vilela, concelho de Paredes, tornou-se “Rei da Montanha” pela segunda vez e sucedeu ao pacense Hugo Nunes, que na edição anterior alcançou o mesmo título.

O atleta paredense, que veste a camisola da Antarte-Feirense, somou 57 pontos durante as dez etapas da prova, terminando a participação com mais um ponto que Mauríco Moreira, da Epafel, e mais três que Amaro Antunes, da W52/FC Porto, que pela segunda vez consecutiva venceu a Volta a Portugal.

Recorde-se que já em 2015 Bruno Silva venceu o Prémio de Montanha da Volta. Nas redes sociais, o atleta agradeceu o apoio recebido. “Não existem palavras para descrever o que me vai na alma!”, escreveu.

Na classificação geral, o ciclista de Paredes ocupou a 32ª posição, com um tempo de 40:37:42 e uma diferença de 0:58:09 de Amaro Antunes.

Os 11 dias de prova foram profundamente afetados pela covid-19, que levou à desistência de três equipas – Caja Rural, Euskatel-Euskadi e Rádio Popular-Boavista. Hugo Nunes, da Rádio Popular-Boavista, viu-se forçado a abandonar a prova devido ao surgimento de três casos positivos de covid-19 no grupo.

Conheça as classificações dos atletas da região que participaram na 82ª edição da Volta a Portugal:

Ciclista Equipa Posição Tempo  Diferença
Amaro Antunes W52/FC Porto (POR) 1 39:39:33
Nuno Meireles Louletano-Loulé Concelho 17 40:00:50 00:21:17
 Joaquim Silva Tavfer-Measindot-Mortágua 19 40:02:57 00:23:24
Bruno Silva Antarte-Feirense 32 40:37:42 00:58:09
Luís Mendonça Efapel 61 41:50:14  2:10:41
José Sousa Kelly-Simoldes-UDO 84 42:39:10 02:59:37

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *