A42 autoestrada 1

A A41, a A42 e a A4 incluem o leque de ex-SCUT’s que, a partir de julho de 2021, vão ter descontos de 50% nas portagens (75% no caso de carros elétricos). A medida foi aprovada com “maioria negativa” no debate do Orçamento de Estado: apenas o Partido Socialista (PS) e a Iniciativa Liberal votaram contra.

Segundo projeções da Unidade Técnica de Apoio Orçamental, a medida vai resultar, apenas no segundo semestre de 2021, numa perda entre os 64,4 milhões de euros, se não houver um aumento de circulação, e os 82,1 milhões de euros, se as sete autoestradas forem mais utilizadas.

 

Contudo, a proposta avançada pelo Partido Social Democrata (PSD) vai entrar em vigor a “duas velocidades”: enquanto na A22, A23, A24 e A25, os descontos vão começar a 1 de janeiro de 2021, nas autoestradas da Costa de Prata, Grande Porto e Norte Litoral vão iniciar-se em 01 de julho.

Para o presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, a redução das taxas na A42 deveria entrar em vigor o mais rapidamente possível, sendo “uma injustiça” para a região, que tem sido discriminada pelos sucessivos Governos.

“Estamos num território que nem é de baixa densidade, nem integra a Área Metropolitana do Porto e, mais uma vez não somos considerados”, afirmou o autarca, também presidente da Valsousa, Associação de Municípios do Vale do Sousa, entidade através da qual os autarcas da região têm manifestado ao Governo, o seu descontentamento pela discriminação a que tem sido sujeita a região.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *