O IMEDIATO acompanhou esta segunda-feira a abertura do centro de rastreios de Covid-19 na Associação Empresarial de Paços de Ferreira, em sistema “Drive-Thru”. Carros e zaragatoas “apoderaram-se” do espaço, sendo que apenas na primeira manhã se realizaram 30 testes.

Segundo Paulo Ferreira, vice-presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, este modelo de testagem é “mais seguro e confortável” para os cidadãos que uma deslocação a um estabelecimento de saúde.

Agora, os cidadãos pacenses referenciados pelo Serviço Nacional de Saúde podem deslocar-se até à AEPF e ser testados sem entrar em contacto com outras pessoas. Depois, os resultados são enviados diretamente ao cidadão e às autoridades de saúde pública.

A iniciativa resultou de uma parceria entre a Câmara Municipal de Paços de Ferreira com o ACES Norte e um laboratório e vai ser suportada pela autarquia, num investimento que pode vir a rondar “alguns milhares de euros”.

Veja como correu o arranque do centro de rastreio descubra como é feito o teste, explicado pelos próprios enfermeiros que o realizam.