Sobrosa declara luto de três dias pelo falecimento do padre João de Deus

A Junta de Freguesia de Sobrosa declarou esta sexta-feira luto de três dias pelo falecimento do padre João de Deus Costa Jorge, que exerceu durante funções em Sobrosa e Besteiros durante quase 19 anos . O pároco faleceu na quinta-feira, aos 62 anos de idade.

Natural de Amarante, o o padre João de Deus entrou na Paróquia de Santa Eulália de Sobrosa a 24 de Dezembro de 1994, sendo nomeado pároco a 15 de Novembro de 1996.

Foi nomeado Vigário Paroquial de São Miguel de Cristelo e de Nossa Senhora do Ó de Duas Igrejas a 30 de Julho de 2007 e, a 22 de Dezembro de 2011, recebeu nomeação para Pároco de São Cosme e São Damião de Besteiros, tomando posse a 29 de Janeiro de 2012.

Foi ainda Vice-Provincial dos Dehonianos (2009-2012) e Superior da Comunidade de Betânia (Duas Igrejas) de 2007 a 2013.

O pároco tinha sido distinguido pela Junta de Freguesia, em 2014, com o título de Cidadão Honorário da Vila de Sobrosa, recebendo ainda a Medalha de Honra da Freguesia de Sobrosa “pelo dinamismo religioso, cultural e social implementado na Paróquia e nos seus movimentos e atividades”, lê-se na página digital da freguesia.

Também a paróquia de Stª Eulália de Sobrosa reagiu com “grande pesar” ao falecimento do pároco João de Deus, considerando-o “um pastor próximo” que desenvolveu a comunidade.

“O Pe. João foi uma pessoa muito querida nestas duas paróquias por onde passou, foi um pastor próximo, que se preocupava com as pessoas fazendo despertar nelas o que tinham que melhor; foi um construtor de comunidades vivas e comprometidas; foi um amigo de todas as horas e um sacerdote completamente entregue à sua missão”, recordou a paróquia.

Segundo a diocese do Porto, o pároco servia atualmente as Paróquias de Guetim (Stº Estêvão) e Anta (S. Martinho).

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.