Cristina de Sousa

A música faz parte de Cristina de Sousa desde tenra idade, mas o fado apenas chegou de forma aleatória, já com 22 anos de idade. Com dez anos de carreira, a fadista considera que este género “é um processo de cura” que a permite “expressar e alimentar a alma”.

Tudo começou com um convite para atuar numa noite de fados. “Não sabia fado nenhum ou tons, nem cantei com músicos, nem nada, mas aceitei o convite. Fui aprender uns fados e não sei explicar o que aconteceu, mas fez-se magia, nasceu uma paixão arrebatadora”, explicou.

Agora, com cerca de uma década de ligação a este estilo musical tipicamente português, Cristina de Sousa está a preparar o seu primeio álbum, adiantando que este projeto tão ansiado está numa fase “embrionária” de seleção de reportório.

Veja o último episódio da «Esquina Criativa» e descubra mais sobre a artista penafidelense!

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *