Paços / Área Dedicada ao Covid-19
Fotografia: Direitos Reservados

A incidência cumulativa de covid-19 – número de casos de covid-19 por cada 100 mil habitantes – tem vindo a cair ao longo das últimas semanas na região do Vale do Sousa, à semelhança do que tem acontecido no país. Entre 3 e 16 de fevereiro, a quebra superou os 50% comparativamente aos últimos números conhecidos.

De acordo com os dados publicados pela Direção Geral da Saúde (DGS) no seu relatório, que semanalmente atualiza os números por concelho, a incidência cumulativa caiu nos seis municípios do Vale do Sousa analisados pelo IMEDIATO – Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel – com as maiores descidas em Lousada e Felgueiras.

Em média, no Vale do Sousa existiam entre 3 e 16 de fevereiro 2.588 casos positivos por cada 100 mil habitantes, valor que representa uma redução de 51,80% relativamente aos últimos dados da DGS, relativos ao período de 21 de janeiro a 9 de fevereiro (5.369).

Recorde-se que, na quinta-feira, o Governo esteve reunido em Conselho de Ministros, tendo decidido deixar cair algumas das medidas que desde o início da pandemia fazem parte do quotidiano dos portugueses. Saiba o que muda aqui.

Consulte a tabela e saiba mais sobre a situação epidemiológica do seu concelho.


Incidência cumulativa (casos de covid-19 por 100 mil habitantes) no Vale do Sousa*:

Concelho Incidência de 21/02 a 09/02 Incidência de 03/02 a 16/02 Variação
Castelo de Paiva 6.228 3.764 -39,56%
Felgueiras 4.976 2.013 -59,55%
Lousada 4.702 1.898 -59,63%
Paços de Ferreira 4.653 2.202 -52,68%
Paredes 5.734 2.825 -50,73%
Penafiel 5.921 2.826 -52,27%
Vale do Sousa 5.369 2.588 -51,80%

*Dados do boletim epidemiológico da Direção Geral da saúde de 18/02.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.