Main Guilty / Design
Fotografia: Main Guilty

A MainGUILTY, uma marca de design de mobiliário criada no concelho de Paços de Ferreira por empreendorismo de dois jovens, Carlos Mello e Luís Leão, foi considerada “marca revelação do ano” durante o 7.º Congresso das Indústrias da Madeira e do Mobiliário, que aconteceu em Braga.

O prémio foi entregue pela Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal (AIMMP) em conjunto com a Associative Design, que representa as marcas de design nacionais.

Ao IMEDIATO, Carlos Mello indicou que o prémio foi uma “surpresa” e que a distinção é “uma honra” para os dois jovens, que nos últimos três meses têm conseguido expandir a marca além fronteiras, um dos objetivos inicialmente demarcados.

“O arranque da marca tem sido bastante positivo, felizmente temos tido um bom posicionamento no mercado, com exportações para países do Médio Oriente, Norte da Europa e com perspetivas na América do Sul”, contou ao IMEDIATO Carlos Mello, que, juntamente com Luís Leão, criou a marca.

Em setembro, a equipa volta “com força” às ações internacionais, com presenças agendadas em feiras em Riad, na Arábia Saudita, Marbella, no Sul de Espanha, e Londres, no Reino Unido.

Os jovens já preparam o ano de 2023 com especial foco no mercado dos Estados Unidos da América, de forma a continuarem a missão de espalhar o nome pelos quatro cantos do planeta.

A MainGUILTY foi criada em 2020, ao abrigo do programa «StartUP Voucher» do IAPMEI e lançada em dezembro do ano passado. Encontra-se incubada na Moveltex, em Paços de Ferreira.

Através de parcerias com empresas do concelho, a marca pretende desafiar “aquela que é a mehor indústria de mobiliário” em fazer algo “completamente fora da caixa” e diferente das rotinas das empresas de mobiliário de Paços de Ferreira.

Já no momento de arranque, a MainGUILTY tinha desenvolvido quatro coleções e mais de 100 peças, cada uma delas com a sua própria história. “Uma peça MainGUILTY vai ser o centro das atenções em qualquer espaço pela sua irreverência”, afirmou Luís Leão.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.