Homem inicia vários focos de incêndio em caixotes do lixo, mato e floresta
Fotografia: Direitos Reservados

A GNR deteve um homem de 34 anos, em Castelo de Paiva, por iniciar vários focos de incêndio florestal. Segundo a força policial, até julho já foram detidos mais seis suspeitos do crime de incêndio florestal do que em todo ano de 2021.

Em nota de imprensa, a força policial relata que os militares foram notificados de que o suspeito tinha “ateado fogo em dois caixotes de lixo e que tinha originado, pelo menos, mais dois focos de incêndio em mato e floresta”.

Após deslocação ao local, foi possível apurar que o homem ainda tinha na sua posse o isqueiro utilizado nas ignições, “com as mãos e a camisola sujas de fumo”. Confessou “imediatamente a autoria dos crimes” e foi detido.

O suspeito vai ser presente esta segunda-feira ao Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira. Os factos foram comunicado à Polícia Judiciária (PJ).

Até agora, foram 58 o número de detenções pelo crime de incêndio florestal em 2022. Este ano, a GNR já deteve mais seis suspeitos do mesmo crime do que em todo ano de 2021, em que foram feitas 52 detenções.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.