Feira do Capao

A Semana Gastronómica do Capão à Freamunde, que está a decorrer num modelo diferente devido à pandemia de Covid-19, vai terminar a 13 de dezembro com a tradicional Feira de Santa Luzia, conhecida como “Feira dos Capões”.

Contudo, a iniciativa, que habitualmente traz a Freamunde milhares de visitantes de todo o país e até de além fronteiras, principalmente da Galiza, vai acontecer apenas da parte de manhã, sendo que o famoso concurso de capões vai iniciar-se às 10:00.

 

“A não realização iria retirar a essência daquilo que é o capão. Nem é pela atribuição do prémio, mas acaba por não haver o estatuto que é ter um animal vencedor, até mesmo porque muitos produtores guardam os melhores animais para a competição”, explicou ao IMEDIATO o presidente da Associação de Criadores de Capão de Freamunde, Ricardo Graça.

Para o responsável, a Semana Gastronómica do Capão, que começou a 28 de novembro, tem decorrido “acima das expectativas”, sendo que o take-away representa cerca de 80% das vendas. Este ano são 13 restaurantes que participam no concurso gastronómico, de vários pontos do concelho.

Também a autarquia considerou que o concurso de animais vivos “incentiva os criadores de capão a manterem viva esta tradição de Freamunde”, oficializada em outubro de 1719 por uma provisão do rei D. João V. Contudo, existem dados que a indicam “como um costume medieval” pelo menos dois séculos antes da oficialização.

 

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *