José Luís Madeiras / JLM
Fotografia: JLM

Em 2021, a José Luís Madeiras, empresa de transformação e comercialização de madeira sediada em Ferreira, apostou na diversificação das áreas de negócio e na exportação, aumentando em 44% o volume de negócios e as vendas para o exterior em 83%.

“Em resposta às necessidades do mercado, sempre em mudança, a José Luís Madeiras (JLM) triplicou o seu investimento na área produtiva, em comparação com o ano transato. A exemplo disso, a empresa aumentou a sua capacidade de secagem em 60%, dispondo atualmente de uma área para a secagem de mais de 300 m 3 de madeira. Além da otimização dos custos, esta infraestrutura aumentou a capacidade de resposta e a qualidade do produto”, indica a empresa ao IMEDIATO.

As políticas de sustentabilidade também marcaram o ano de 2021 da empresa. Com esta preocupação, a foi instalada uma caldeira para queima de biomassa de resíduos como casca e estilha, que alimenta o processo de secagem de madeira. Foram ainda colocados painéis fotovoltaicos de autoconsumo, reduzindo a dependência energética da empresa.

As apostas em novos equipamentos produtivos de última geração e o crescimento do número de colaboradores em cerca de 25% também fora apostas para a JLM, que quer reforçar o seu “posicionamento na sua cadeia de valor e competitividade, proporcionando a inovação tecnológica
do processo produtivo”, enquadrado na Indústria 4.0.

Apesar dos aumentos de preço e escassez de matéria-prima, “a sólida parceria com os fornecedores permitiu manter o fluxo de abastecimento“, sendo que a gerência espera “continuidade” e afirmação para 2022.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.