Desconfinamento
Fotografia: Direitos Reservados

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou esta quinta-feira que o plano de desconfinamento vai continuar na maior parte do país, com novas permissões na terceira etapa do “regresso à normalidade”. Contudo, o governante pediu “particular atenção” em 13 concelhos do país, um deles o de Paredes, pelo aumento do número de casos positivos por 100 mil habitantes.

Em conferência de imprensa após uma reunião do Conselho de Ministros, António Costa explicou que o processo de desconfinamento vai continuar na maioria do território nacional, à exceção de 11 concelhos: sete vão parar – Alandroal, Albufeira, Beja, Carregal do Sal, Figueira da Foz, Marinha Grande e Penela – e quatro vão retroceder à primeira etapa – Moura, Odemira, Portimão, Rio Maior.

Contudo, o governante deixou um aviso especial a 13 concelhos do país – um deles o de Paredes – que registaram incidências cumulativas a 14 dias (casos de covid-19 por 100 mil habitantes) superiores a 120. Estes municípios avançam juntamente com o resto do país na segunda-feira, mas podem vir a sofrer uma paragem ou até mesmo um retrocesso no processo caso não reduzam a incidência.

“Nestes concelhos, é preciso particular atenção na forma como controlam a pandemia no seu território durante os próximos 15 dias. O que desejamos é que tenham uma evolução positiva e que daqui a 15 dias possam seguir para a próxima”, afirmou António Costa.

Recorde-se que o plano de desconfinamento do Governo, apresentado em março, prevê quatro etapas. A terceira fase avança já na segunda-feira e a última a 3 de maio. Também na segunda-feira, o país entra no seu o 15.º estado de emergência desde março do ano passado.

Nova fase de desconfinamento na segunda-feira:

  • ensino secundário
  • ensino superior
  • cinemas, teatros, auditórios, salas de espetáculos
  • lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação
  • todas as lojas e centros comerciais
  • restaurantes, cafés e pastelarias (max 4 pessoas ou 6, por mesa, em esplanadas) até às 22h ou 13h ao fim-de-semana e feriados
  • modalidades desportivas de médio risco
  • atividade física ao ar livre até 6 pessoas e ginásios sem aulas de grupo
  • eventos exteriores com diminuição de lotação
  • casamentos e batizados com 25% de lotação

Reveja as declarações do primeiro-ministro.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *