CHTS / Hospital de S. Gonçalo
Fotografia: Direitos Reservados

O Hospital São Gonçalo, em Amarante, tem vindo a registar, ao longo dos últimos anos, “crescimentos sucessivos de atividade, sendo particularmente relevante o aumento nas cirurgias”. Segundo um comunicado do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), entre janeiro e agosto deste ano já foram realizadas 4.287 cirurgias no hospital.

“Construído numa lógica diferente do habitual, como hospital de proximidade, o Hospital São Gonçalo que integra, em conjunto com o Hospital Padre Américo, em Penafiel, o CHTS, participa no esforço de incumbência assistencial à grande massa populacional da região e que representa 5% da população portuguesa, distribuída por 12 concelhos, em quatro distritos”, explica a nota do centro hospitalar.

Em 2016, foram realizadas no hospital 2.456 cirurgias, valor que, três anos depois, o ano anterior à chegada da covid-19 ao país, o número ascendeu para 4.828. Em 2021, um ano ainda afetado por “todos os constrangimentos relacionados com a pandemia”, entre janeiro agosto já foram realizadas 4.828 cirurgias.

Para o CHTS, os valores demonstram bem “o grande progresso no acesso aos cuidados de saúde garantido aos utentes, com o esforço e dedicação dos profissionais” do hospital, que tem vindo a assumir “importância acrescida” no funcionamento do centro hospitalar. Se, em dezembro de 2016, as cirurgias no Hospital São Gonçalo representavam 15% do total de cirurgias do CHTS, em agosto de 2021, representam já 31%, informa a nota.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.