Presidente da JF de Raimonda apela à necessidade de lombas na N209. “Já morreu muita gente”