Pedaços de Nós / “Um Fantasma Chamado Isabel"
Fotografia: Pedaços de Nós

Para festejar o seu 20.º aniversário, a Associação Cultural e Recreativa Pedaços de Nós volta a levar à cena “Um Fantasma Chamado Isabel”, a primeira peça levada a palco pelo grupo de teatro Pedaços de Nós, que há 17 anos contou com mais de 60 representações.

A peça, uma comédia em três atos de Miklos Marai, pseudónimo de Henrique Santana, volta também a contar, após todos estes anos, com a encenação de Vitorino Ribeiro.

Devido a “motivos de saúde”, a primeira sessão – inicialmente agendada para  sábado – foi cancelada “por motivos de saúde”, sendo que se mantém a segunda atuação, marcada para uma semana depois, 19 de fevereiro, pelas 21h30, no Auditório da Associação de Socorros Mútuos Freamundense.

“Pode trocar o bilhete para a representação de 19 de fevereiro ou pedir a devolução do dinheiro nos locais de venda dos bilhetes [A Loja 1930, JCA e Papelaria da Cidade]”, informou a organização na sua página.

Duas décadas de Pedaços de Nós

A Pedaços de Nós celebrou, a 29 de janeiro, duas décadas de dinamização da arte, da cultura e das tradições de Freamunde. Ao IMEDIATO, o presidente da associação, Pedro Ribeiro, assumiu como principal objetivo a retoma total da atividade dos projetos artísticos da Pedaços, fortemente limitados devido à pandemia.

“O nosso grande objetivo agora é retomar a atividade em todos os nossos projetos artísticos, o Coro Pedaços de Nós, Big Band, Castanholas de Freamunde, Pedasons e o teatro infanto-juvenil, porque alguns pararam completamente”, revelou Pedro Ribeiro.

Saiba mais na edição impressa do IMEDIATO, que sai para as bancas já na sexta-feira.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.