Covid-19 / Paredes / Penafiel / Paços de Ferreira
Fotografia: Direitos Reservados

Depois de semanas de contínuo crescimento, vários concelhos da região do Vale do Sousa registaram diminuições nas suas incidências cumulativas de covid-19 (casos positivos por 100 mil habitantes). Em média, este indicador caiu 1,17% nos concelhos da região, mas cerca de oito em cada cem habitantes da região testaram positivo à covid-19 entre 20 de janeiro e 2 de fevereiro.

Segundo os dados tornados públicos pela Direção Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta sexta-feira, os municípios de Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Felgueiras contabilizaram menos casos positivos de covid-19 por 100 mil habitantes relativamente ao último relatório desta entidade, relativo ao período de 13 a 26 de janeiro, momento em que vários concelhos bateram recordes de incidências.

Contudo, todos os concelhos da região permanecem, assim como a esmagadora maioria dos restantes concelhos do país, no nível de risco extremo de contágio. A nível nacional, apenas o município açoriano do Corvo está colocado abaixo do nível máximo de incidência de contágios por SARS-CoV-2.

Consulte a tabela e saiba mais sobre a situação epidemiológica do seu concelho.


Incidência cumulativa (casos de covid-19 por 100 mil habitantes) no Vale do Sousa*:

Concelho Incidência de 13/01 a 26/01 Incidência de 20/01 a 02/02 Variação
Castelo de Paiva 7.678 8.306 +8,18%
Felgueiras 8.457 8.087 -4,38%
Lousada 8.710 7.757 -10,94%
Paços de Ferreira 7.986 7.725 -3,27%
Paredes 8.787 8.685 -1,16%
Penafiel 8.127 8.603 +5,86%
Vale do Sousa 8.290,83 8193,83 -1,17%

*Dados do boletim epidemiológico da Direção Geral da saúde de 04/02.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.