Cadeia do Vale do Sousa / Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira
Fotografia: Direitos Reservados

A deteção de casos de covid-19 no Estabelecimento Prisional do Vale do Sousa levou à implementação de um confinamento à prisão: apenas entram e saem bens alimentares, guardas e outros trabalhadores.

Segundo o Jornal de Notícias, as visitas aos reclusos foram suspensas, assim como atividades profissionais e educativas, tendo sido também reduzido o tempo de recreio para apenas uma hora por dia.

A Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) esclareceu que estas medidas estão também a ser executadas no Estabelecimento Prisional de Custóias, em Matosinhos, com o objetivo máximo de evitar, ao longo de toda a pandemia, “qualquer óbito entre internados e trabalhadores”.

Contudo, a Associação de Apoio ao Recluso (APAR), este protocolo “viola a lei e é excessivo” num período em que especialistas defendem um alívio de medidas restritivas devido à pandemia.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.