antonino1 1

O social-democrata Sérgio Humberto, e também presidente da CM da Trofa, foi eleito, em lista única, presidente da distrital do Porto do PPD/PSD do Porto, com 95% dos votos. A restante percentagem foi dividida em 4% em votos em branco e 1% de nulos. No sufrágio, Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel, foi eleito vice-presidente da Comissão Política Distrital, órgão do qual, também, fará parte a Vereadora da Câmara Municipal, Daniela Oliveira e a penafidelense Daniela Sousa, que foi eleita para o Conselho Distrital de Jurisdição do partido.

“Acredito que com trabalho, muito trabalho, vamos conseguir devolver a esperança às nossas populações, e, concretizar a revolução laranja que o que o nosso Distrito anseia”, referiu Sérgio Humberto, nas primeiras palavas que dirigiu aos militantes que se juntaram no auditório da Distrital após o encerramento das urnas.

Neste início de mandato, o presidente eleito prometeu “muito trabalho e dedicação”. “E garantir-vos que esta será, uma distrital do PPD/PSD do Porto, incómoda para os nossos adversários partidários, porque o nosso foco, estará no serviço às nossas gentes, na concretização dos sonhos das nossas populações, e no servir o Distrito do Porto”, acrescentou.

Aumentar o número de militantes ativos e envolver a sociedade civil na vida do partido está também nos horizontes da nova comissão política distrital social-democrata. Vencer as eleições autárquicas no distrito e pegar em temas esquecidos, e de elevada relevância tanto para o distrito como a nível nacional, faz parte do seu programa de ação

“O primeiro objetivo é ganhar mais câmaras, mais juntas de freguesia, mais assembleias municipais, Temas como, por exemplo, O Eixo Atlântico, as relações com a Galiza, como é o não exemplo do Infarmed, TAP e assuntos que ainda não foram falados, como por exemplo o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que precisa de obras, e porque não falar de um novo aeroporto nesta região, serão chamados à discussão por esta comissão política”, frisou.

Sérgio Humberto prometeu defender o Porto, “um território altamente produtivo e, portanto, muitas vezes não é compensado pelo Estado Central, que só vê Lisboa”, junto com uma equipa “motivada e capacitada, para desenvolver um trabalho de proximidade, estruturando caminhos para um futuro mais próspero e mais liderante no nosso Distrito do Porto”, concluiu o novo líder social-democrata.

 

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.