AEPF Formação Modular

Depois de o PSD de Paços de Ferreira ter criticado publicamente a autarquia por encerrar o centro de rastreio à Covid-19 do concelho “sem dar cavaco a ninguém”, o Executivo Municipal veio esclarecer que alguns resultados “não coincidiam com outros testes realizados”, mas que “nunca” foi decretado o encerramento do centro.

“Na sequência de um conjunto de testes realizados a funcionários e responsáveis da Câmara Municipal verificou-se que os resultados não coincidiam com outros testes realizados alguns dias depois” , lê-se na nota enviada pela autarquia às redações.

Segundo a Câmara Municipal pacense, os factos foram comunicados “às entidades regionais e nacionais competentes, designadamente à Entidade Reguladora da Saúde”. Agora, aguarda-se que se apurem as circunstâncias em que foram realizados os testes à Covid 19 no sistema de rastreios, “designadamente a sua fiabilidade”.

Contudo, a autarquia pacense sublinhou que nunca foi decretado o encerramento do centro de rastreio.

“É totalmente falso que, na reunião ordinária do executivo municipal, realizada ontem [quinta-feira], tenha sido afirmado, designadamente pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal, Paulo Ferreira, que o encerramento do centro de testes covid foi decretado pelo ACES”, explicou a autarquia.

AEPF Formação Modular