O Centro de Rastreio “Drive Thru” de Paços de Ferreira, situado no Parque de Exposições da Capital do Móvel, foi recentemente encerrado. Em comunicado, o PSD concelhio afirmou ter questionado o Executivo Municipal sobre a situação, que “não esclareceu a decisão tomada”.

Na nota enviada às redações, é possível ler que na quinta-feira, durante uma reunião do Executivo Municipal, “os vereadores do PSD, Joaquim Pinto e Célia Carneiro, questionaram, no período antes da ordem do dia, o presidente em exercício, Paulo Ferreira, quem foi o responsável pelo encerramento do centro de testes” e os motivos para a decisão.

“Entre expressões como ‘o responsável pelo encerramento foi a ACES’ e ‘o que é que o PSD faria se tivesse entre mãos testes que não nos merecem credibilidade?’, a maioria socialista mais uma vez não esclareceu uma decisão tomada”, criticou o PSD pacense.

Citado em comunicado, o vereador e líder demissionário do PSD, Joaquim Pinto, afirmou que a decisão aconteceu “sem dar “cavaco a ninguém” ao ponto de no primeiro dia após o encerramento centenas de pessoas terem comparecido no referido centro e não terem encontrado ninguém para explicar o referido encerramento”.