Raspadinhas
Fotografia: IMEDIATO / Ricardo Rodrigues

A iniciativa «Compre, Raspe e Ganhe» está de regresso ao concelho de Paços de Ferreira. A Câmara Municipal e a Associação Empresarial de Paços de Ferreira vão distribuir 50 mil raspadinhas pelo comércio local do concelho, que vão sortear 5.000 euros em prémios pelos clientes dos estabelecimentos aderentes.

“O feedback que tivemos em 2020 foi muito positivo. Os nossos comerciantes e o setor da restauração passavam uma fase extremamente difícil e com esta medida, para além de mobilizar mais clientes tornámos esta altura do Natal ainda mais especial nos seus estabelecimentos”, começou por afirmar o vice-presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Paulo Ferreira, em conferência de imprensa.

Ainda que a situação pandémica e económica atual “nada tenha a ver” quando comparada com a do ano passado, Paulo Ferreira considera que a medida representa um “investimento importante” de forma a criar “dinâmica na economia local” e atrair clientes de outros concelhos.

Vão ser distribuídas pelos estabelecimentos comerciais e de restauração aderentes cerca à iniciativa de 50 mil raspadinhas, que totalizam 5.000 euros em prémios. Cada raspadinha pode corresponder a um prémio entre os dois – vão existir 695 raspadinhas com este prémio – e os 100 euros, que apenas sairão duas vezes.

N.º Total de Raspadinhas Premiadas

Valor do prémio em compras

695

2.00€

500

5.00€

25

10.00€

23

20.00€

4

50.00€

2

100.00€

A atribuição de raspadinhas está sujeita a quatro escalões: o primeiro em compras com valor igual ou superior a dez euros, que dão acesso a uma raspadinha, o segundo em valores iguais ou maiores que 30 euros, que representam a atribuição de duas raspadinhas, compras iguais ou superiores a 60 euros, que dão direito a três raspadinhas, e o último escalão para despesas iguais ou superiores a 150 euros, que correspondem a quatro raspadinhas.

Samuel Santiago, presidente da AEPF, afirma que a medida “permitiu a comerciantes e empresários ultrapassar melhor, no ano passado, os problemas sentidos” e chamar a atenção da população para o comércio local, um trabalho que deve ser contínuo. “Tem sido uma luta constante nos últimos anos para mostrar que o nosso comércio trabalha muito bem, com serviços e produtos de excelência”, afirmou.

Até 3 de dezembro, os comerciantes interessados em aderir ao concurso podem fazer a sua incrição através de formulário.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *