Partido Socialista

A candidatura do Partido Socialista em Paços de Ferreira reagiu, esta terça-feira, à cerimónia de apresentação dos candidatos do Partido Social Democrata à Câmara Municipal de Juntas de Freguesia do concelho de Paços de Ferreira, considerando que foi “um dia negro na democracia do concelho”.

Num comunicado assinado por Paulo Ferreira, o mandatário da candidatura do Partido Socialista às Autárquicas 2021, consideram que a linguagem usada pelo candidato do PSD, Alexandre Costa, e pelo seu mandatário, José Eiras, foi “ofensiva da honra e consideração pessoal do atual presidente de Câmara”. A candidatura evidencia ainda o que consideram ser uma falta de ideias para o futuro do concelho.

Leia o comunicado enviado ao IMEDIATO na íntegra.

“A candidatura do Partido Socialista lança um apelo à elevação do debate político no Concelho de Paços de Ferreira.

Ontem foi um dia negro na democracia do Concelho protagonizado pelo candidato do PSD, Alexandre Costa.

A apresentação do candidato do PSD, Alexandre Costa, no edifício anexo ao Pavilhão Municipal, violou as mais elementares regras da democracia e respeito pelos adversários políticos.

O uso de linguagem do candidato do PSD, Alexandre Costa e do seu mandatário, José Eiras, ofensivo da honra e consideração pessoal do atual Presidente de Câmara, revela que o PSD não está nesta campanha para discutir ideias e projetos para o futuro do Concelho.

A tão propalada nova atitude, é uma fraude!

Não só se assistiu a um desfiar de impropérios e ataques de caráter, como ficámos a saber que o candidato do PSD, Alexandre Costa, não tem nenhuma ideia objetiva, clara e concreta, para o futuro do concelho. Nada de nada!

O ainda presidente da junta de freguesia de Paços de Ferreira, que não há muito tempo dizia e afirmava que todas as obras deviam ser feitas numa única freguesia, tem como maior projeto municipal a construção de passeios!

Isto revela a absoluta incapacidade e impreparação para o exercício da função de Presidente de Câmara.
O PSD e o seu candidato, ao não reconhecerem, que mesmo num contexto de pandemia, o Concelho, as suas gentes, as suas empresas, as suas associações e instituições, estão a ser capazes de superar e vencer este momento difícil, representa uma inequívoca e clara desistência do Concelho.

A candidatura do Partido Socialista não se revê nesta forma de fazer política, repudiando veementemente os ataques de caráter efetuados à pessoa de Humberto Brito.

A linguagem utilizada ofende, não só o atual Presidente de Câmara, mas também os mais de vinte e um mil eleitores que, de forma livre e democrática, depositaram a sua confiança em quem hoje lidera os destinos do Concelho de Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira, 22 de junho de 2021.
O mandatário da candidatura do PS às autárquicas de 2021,
Paulo Jorge Rodrigues Ferreira”

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *