WhatsApp Image 2022 01 26 at 18.46.26
Fotografia: Ricardo Rodrigues / IMEDIATO

Os Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira vão avançar, ainda este ano, com a dinamização de um novo centro de apoio à sua atividade. Estas novas infraestruturas representam um investimento de cerca de 350 mil euros, mas também a solução para um antigo problema entre a corporação e a Câmara Municipal de Paços de Ferreira.

“Este já era um objetivo há muito tempo e vai permitir termos um local seguro para a realização da formação e treino dos bombeiros e para armazenar viaturas menos utilizadas no dia-a-dia”, revelou ao IMEDIATO António Carvalho, vice-presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira (AHBVPF).

As novas infraestruturas de apoio da corporação pacense vão nascer num edifício devoluto situado na Travessa Eng. Alexandre Aranha, em Meixomil. O armazém, com cerca de 3.500 metros quadrados, foi adquirido pela corporação com um apoio monetário da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, tendo em conta que esta é também uma solução para um antigo problema entre as duas entidades.

Em causa está um terreno de 14.000 m² doado pela Câmara Municipal à AHBVPF em 2004, que, por sua vez, tinha sido doado à autarquia por um cidadão. Passados anos sem a realização das intervenções requeridas pelo original proprietário no local, o terreno acabou ser revertido.

Estas novas infraestruturas de apoio resolvem esta situação, que se encontrava pendente há quase duas décadas, e deverá ser uma realidade ainda durante o corrente ano. No total, este projeto vai representar um investimento de cerca de 350 mil euros.

Apoio camarário de 100 mil euros

Segundo um comunicado da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, o protocolo de cooperação entre as duas entidades foi assinado na manhã desta quinta-feira. A autarquia descreve que está previsto um apoio camarário no valor de 100 mil euros, “destinado a apoiar esta instituição na criação de um novo espaço para formação e treino, e que servirá também para o armazenamento de viaturas”.

O protocolo foi assinado pelo vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Ferreira, responsável pelo pelouro da proteção civil, e por António Carvalho, na qualidade de representante dos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira. “Fica assim resolvida uma antiga ambição desta Associação Humanitária, com já quase duas décadas, e que permitirá reforçar a qualidade de um serviço absolutamente fundamental para toda a nossa comunidade”, remata a nota da autarquia pacense.

Assinatura Protocolo BVPF
Fotografia: Município de Paços de Ferreira

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.