18079526 7AFC 4828 9E99 715CCBAAD9D4

Foi colocado em prisão preventiva o menor de 17 anos que na madrugada do passado domingo atingiu a tiro dois homens, no interior do Bar Praxe, em Gandra, no concelho de Paredes. Um dos homens acabou por morrer e o outro continua internado nos cuidados intensivos.

O suspeito entregou-se na Polícia Judiciária (PJ) ao final do dia de terça-feira, depois de saber da morte de Diogo Pereira, o homem de 26 anos que foi atingido com um tiro na cabeça e que morreu ao fim da noite do dia anterior, no Hospital de São João, no Porto.

Esta quarta-feira foi presente ao do juiz de instrução criminal do Tribunal de Penafiel, que lhe aplicou a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

Recorde-se que o crime aconteceu na madrugada do passado domingo. Diogo, residente no Bairro do Falcão, no Porto, foi encontrado por clientes que estavam no interior do estabelecimento de diversão noturna, cerca das 6.30 horas, caído na casa de banho, com um ferimento de bala na cabeça.
No exterior do edifício, caído junto a uma floreira, com um tiro na zona abdominal, estava um outro indivíduo, um homem de 25 anos, residente em Rio Tinto, Gondomar, que foi encontrado pelos Bombeiros de Baltar, quando estes chegaram para prestar socorro a Diogo Pereira.
De acordo com informações recolhidas pelo Jornal IMEDIATO, os dois homens não se conheciam e a discussão entre os três indivíduos terá começado na casa de banho do Bar Praxe.
“O arguido, sem qualquer incidente prévio que o justificasse, e empunhando uma arma de fogo, terá efetuado um disparo em direção a cada uma das vítimas, atingindo-as em zonas vitais”, referiu a PJ no comunicado da detenção.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.