Joaquim Pedroso

 

O candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal de Penafiel nas próximas eleições autárquicas, anunciou o apoio à recandidatura do independente Joaquim Pedroso à Junta de Freguesia de Bustelo. Contudo, o atual presidente de Junta e recandidato ao cargo, deu nota de que a lista que lidera vai apoiar as candidaturas da coligação Penafiel Quer à Câmara e à Assembleia Municipal, lideradas por Antonino de Sousa e Alberto Santos, respetivamente.

A comunicação dos socialistas foi a primeira a ser feita em nota de imprensa. “O socialista Paulo Araújo Correia, enquanto candidato à Câmara Municipal de Penafiel pela coligação “Penafiel Unido”, declarou o apoio do Partido Socialista ao actual presidente de Junta de Freguesia de Bustelo, Joaquim Pedroso, que se apresenta como independente nas próximas eleições autárquicas”, pode ler-se no comunicado.

Neste “anúncio público”, Paulo Araújo Correia salienta as qualidades de Joaquim Pedroso, que, “pela segunda vez vê reconhecido o seu trabalho e apoio por parte do Partido Socialista, já que em 2017 apoiou a sua candidatura e este ano volta a apoiar”, acrescentando que a equipa de Joaquim Pedroso “inclui diversos elementos do Partido Socialista local”.

Pouco depois, Joaquim Pedroso veio anunciar a sua recandidatura pelo “Movimento Independente Bustelo Sempre”, sem qualquer referência ao apoio do Partido Socialista, mas garantindo que embora a candidatura “assente num movimento independente”, “irá apoiar as candidaturas da coligação Penafiel Quer à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal, lideradas por Antonino de Sousa e Alberto Santos, respetivamente”.

Segundo o candidato, este apoio aos cabeças de lista da coligação Penafiel Quer, “resulta do reconhecimento do trabalho positivo desenvolvido pela Câmara Municipal de Penafiel e pelo seu presidente Antonino de Sousa, no concelho de Penafiel e em especial na freguesia de Bustelo”.

O jornal IMEDIATO contactou Joaquim Pedroso, que não quis prestar esclarecimentos adicionais, remetendo para o que foi transmitido no comunicado.

Já do lado do Partido Socialista, Paulo Araújo Correia garantiu que o partido mantém o apoio ao candidato independente Joaquim Pedroso, à semelhança do que aconteceu em 2017, altura em que apoiaram uma lista por este liderada e constituída por vários elementos do Partido Socialista.

Confrontado com o apoio que Joaquim Pedroso manifestou aos candidatos da oposição PSD/CDS-PP, Paulo Araújo Correia afirmou que o Partido Socialista irá apoiar a candidatura “independentemente da posição do candidato”.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *