O Telheiro
Fotografia: 'O Telheiro'

O nome ‘O Telheiro’ é conhecido em toda a região como sinónimo de “tradição e conforto”. A 23 de outubro de 2020, um incêndio destruiu a maioria do estabelecimento, mas resiliência e criatividade permitiram um regresso adaptado que está a ser “um sucesso” em altura de pandemia.

“Infelizmente, com a demora das burocracias, estamos a trabalhar com um projeto que já tínhamos em mente há algum tempo e que, de certa forma, já existia no espaço anterior, um conceito de sala privada. Isto é algo As pessoas procuram um espaço para juntar família e amigos e conviver em segurança de forma privada”, partilhou com o IMEDIATO o proprietário do espaço, Daniel Rocha.

Segundo o gerente do restaurante, este aposta tem sido bem-sucedida desde novembro do ano passado, mas o objetivo é recuperar o espaço e abrir as portas aos clientes saudosos dos tempos áureos. “Ainda hoje temos muitas pessoas que nos aparecem à porta e não as conseguimos atender. Não tinha noção deste alcance e fiquei muito sensibilizado pela falta que ‘O Telheiro’ faz às pessoas”, revela ao IMEDIATO.

Ainda hoje, a grande bandeira do restaurante de Ferreira é o seu ambiente descontraído, íntimo, e “boémio”, que proporciona conforto e animação aos clientes.

o teleheiro 1

Com as obras de restauro a decorrer no espaço original – cujas portas se esperam reabrir ainda este ano – Daniel Rocha garante que o objetivo é reavivar o ambiente rústico d’ ‘O Telheiro’, apostando também em novidades, com a característica fusão entre o tradicional e o moderno e a aposta no fado, com atuações ao vivo.

“Acho que a restauração está a ficar descaracterizada e é cada vez mais importante promover os produtos regionais e a cozinha tradicional. Com materiais simples conseguimos fazer bons pratos e essa é a nossa aposta, pegar em pratos típicos e dar um toque próprio”, sublinha o gerente, que considera a espetada de lombo e naco na pedra como os pratos mais procurados.

Daniel Rocha fundou o restaurante com apenas 23 anos e sem experiência da área, de forma “autodidata” e o espaço alcança clientes de várias zonas do Porto, que passam a conhecer o concelho e a freguesia de Ferreira. “Pode-se dizer de certa forma que somos a segunda atração turística da freguesia, apenas após o Mosteiro de Ferreira”, brinca o gerente do restaurante ‘O Telheiro’.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.