O Futebol Clube Paços de Ferreira selou esta segunda-feira a sua manutenção na Primeira Liga de Futebol, ao vencer o Portimonense por 2-1, com golos de Bruno Santos e Denílson Júnior.

A equipa pacense assegurou, assim, na penúltima jornada que na próxima época vai disputar a principal competição de futebol em Portugal, pela 22ª vez.

Os Castores entraram com o pé direito e marcaram logo aos sete minutos por Bruno Santos, que aproveitou um “deslize” do guarda-redes algarvio e abriu o marcador.

A resposta do Portimonense veio dez minutos depois, através de um autogolo do defesa pacense Marcelo, que colocou a bola dentro da própria baliza depois de um livre de Tabata.

Ainda antes do intervalo, aos 41 minutos, os pacenses marcaram novamente, por intermédio de Denílson Júnior, que “fez render” um cruzamento de Bruno Santos e posterior ressalto na defensiva portimonense.

Na segunda parte, a equipa algarvia, a jogar fora, tentou igualar o jogo com pressão no meio-campo pacense, mas não conseguiu o importante golo. Aos 79 minutos, Denílson Júnior também teve uma oportunidade de aumentar a vantagem pacense, que deixou também escapar.

Com mais estes três pontos, o FC Paços de Ferreira assegura o 13º lugar e a sua manutenção na Primeira Liga. Já o Portimonense desceu temporariamente para a 16ª posição, com 30 pontos, igualado com o Tondela, 15.º, e do Vitória de Setúbal, 17.º.