Covid

Durante as últimas duas semanas, o número de novos casos positivos de Covid-19 tem vindo a diminuir ligeiramente no concelho de Paredes e Lousada, tendo sofrido um ligeiro aumento em Paços de Ferreira. Segundo um documento da Administração Geral da Saúde (ARS) do Norte a que o IMEDIATO teve acesso, a maior subida registou-se em Penafiel.

Em Paços de Ferreira, entre 19 e 23 de outubro (S3) foram contabilizados 1.393 infeções, tendo o  valor diminuído para 1.117 na semana de 26 de outubro a 2 de novembro (S2) e voltado a crescer ligeiramente entre 2 e 9 de novembro (S1), para 1.123. Contas feitas, foram contabilizados menos 280 casos entre as três semanas analisadas, uma redução de cerca de 20,10%.
Comparando os números da última semana, face à penúltima, os novos casos sofreram um crescimento de 1%.

Em Penafiel, durante a S3, testaram positivo à Covid-19, 462 cidadãos, mas, nas duas semanas seguintes o valor aumentou significativamente, passando para 706 na S2 e para 771 na S1. Este foi o maior aumento entre os concelhos analisados pelo IMEDIATO, rondando os 66,89%.
Na última semana, comparativamente aos números registados na penúltima, os novos casos sofreram um crescimento de 9%.

Durante o mesmo período,  Paredes registou um aumento de 32,18%, com mais 233 casos semanais no período analisado. O concelho passou de 724 infeções semanais (S3) para 1.018 na segunda semana, tendo posteriormente diminuído o valor para 957 casos.
Aqui, os números sofreram uma diminuição de 6%, comparando-se a última semana com a penúltima.

Já Lousada passou a ser o concelho analisado com menos cidadãos infetados semanalmente, posição que pertencia ao concelho de Penafiel há três semanas. Contudo, o município também registou uma subida no valor de novos casos positivos na ordem dos 28%. Na primeira semana analisada, S3, o valor de novos infetados foi de 681, passando para 881 na segunda semana e sofrendo uma ligeira diminuição na terceira semana, em que registou 872 novos casos.
Olhando para os números da última semana, este tiveram uma quebra de 1%, comparativamente à penúltima semana.

Nos últimos dias e após um período de grande pressão devido ao aumento de novos casos de infeção pelo novo coronovírus, o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), em Penafiel, continua a ter a sua capacidade de internamento nos limites máximos. Esta sexta-feira, os dois hospitais que integram o CHTS (Hospital Padre Américo, em Penafiel e Hospital São Gonçalo, em Amarante), tinham 175 doentes internados em enfermaria e 11 na Unidade de Cuidados Intensivos.

porto

 

 

 

 

 

 

 

 

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *