acidente

 

Uma mulher de 85 anos morreu depois de ter sido colhida por um carro, na tarde de sábado, em Penafiel. O condutor da viatura colocou-se em fuga e está a ser procurado pelas autoridades.

Gracinda de Sousa foi atropelada por um carro na tarde de sábado, na Rua Cidade do Entroncamento, em Penafiel, a poucos metros de casa. Ao que o Jornal IMEDIATO apurou, o atropelamento ocorreu quando a mulher atravessava a rua, numa passadeira, frente à sede do Grupo Folclórico de Penafiel e foi colhida por uma viatura e abandonada no local.

Foi um bombeiro da corporação de Penafiel que passou ali de carro, pouco depois, e viu a idosa caída no meio da estrada. Parou e pediu socorro para Gracinda de Sousa, tendo sido acionado o apoio diferenciado da equipa da viatura médica de emergência e reanimação do Vale do Sousa e dos Bombeiros Voluntários de Penafiel.

“À nossa chegada, a vítima encontrava-se caída na estrada, inconsciente e com várias escoriações”, explicou ao IMEDIATO Alexandre Alves, comandante da corporação de Penafiel, acrescentando que a mesma foi assistida e estabilizada e transportada, ainda com vida, para o Hospital Padre Américo, em Penafiel.

Gracinda de Sousa, que com a violência do embate foi projetada cerca de cinco metros da passadeira, não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu na manhã de domingo no hospital.

A GNR de Penafiel também esteve no local a tomar conta da ocorrência. As autoridades estão agora a investigar a identidade do condutor da viatura, não tendo ainda sido identificado nenhum suspeito, por não haver testemunhas do acidente.

O condutor que atropelou mortalmente Gracinda de Sousa pode vir a ser acusado dos crimes de homicídio por negligência e omissão de auxílio.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *