A GNR deteve, a 31 de dezembro, um homem de 33 anos por violência doméstica no concelho de Paredes. Segundo a investigação policial, o suspeito “agredia física e psicologicamente a vítima e ameaçava-a de morte, chegando mesmo a efetuar disparos com uma arma de fogo”.

De acordo com um comunicado da força policial, as ameaças passaram a ser mais recorrentes depois da relação entre os dois terminar e passaram também ao filho da vítima, “sempre que este vinha em socorro da mãe”.

Na sequência do caso, foi ainda realizada uma busca à residência do suspeito, que levou à apreensão de uma arma de ar comprimido, de uma pistola de alarme e de mais de 100 munições. Durante a busca domiciliária, foram ainda encontrados materiais furtados em diversos armazéns.

O suspeito, que já tinha antecedentes criminais pela prática de crimes contra a integridade física e contra o património, foi presente a 1º interrogatório judicial, no dia 2 de janeiro, ficando sujeito a prisão domiciliária.