PJ1 1
Fotografia: Direitos Reservados

A Polícia Judiciária (PJ) realizou dez buscas domiciliárias e não domiciliárias no concelho de Paços de Ferreira, na sequência de “fortes suspeitas” da prática de factos subsumíveis aos crimes de peculato e falsificação de documentos por parte de uma ex-notária.

Os mandados de busca e apreensão foram emitidos “no âmbito de inquérito que corre termos contra uma ex-notária, por fortes suspeitas da prática de factos subsumíveis aos crimes de Peculato e Falsificação de Documentos. Os factos foram cometidos pela suspeita no exercício de funções, enquanto notária nos concelhos de Vieira do Minho e Amares”, explicou a PJ, em comunicado enviado ao IMEDIATO.

Durante as buscas, presididas por Juiz de Instrução Criminal e acompanhadas pela Magistrada do Ministério Publico titular do inquérito e representante da Ordem dos Advogados, permitiram apreender “um considerável acervo documental e material informático”.

As investigações continuam a cargo da Polícia Judiciária.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *