Alunas ua

Duas peças de mobiliário prototipadas pela Portos Mobiliário, empresa sediada em Figueiró, Paços de Ferreira, foram objeto de projetos do mestrado de Engenharia e Design de Produto. Liliana Teixeira e Rosa Mendes, alunas da Universidade de Aveiro, estudaram o envelhecimento ativo e a criação de hábitos de sono nos estudantes universitários e projetaram dois «Móveis do Futuro», que a empresa tornou uma realidade.

“Mediado pela Moveltex, através do projeto «Móvel do Futuro», que procura ligar as empresas do setor do mobiliário à universidade e a introdução de tecnologia nas peças de mobiliário (Smart Furniture), a Portos Mobiliário abriu as suas portas às duas mestrandas da Universidade de Aveiro e construiu à escala real as peças objeto de estudo por parte das alunas Liliana Teixeira e Rosa Mendes”, indica nota de imprensa enviada pela incubadora empresarial ao IMEDIATO.

Liliana Teixeira estudou o envelhecimento ativo e propôs um armário/roupeiro adaptado de forma a tornar-se mais inclusivo, subordinada ao tema «Design de Mobiliário Inteligente para Ageing in Place».
Por seu lado, Rosa Mendes escolheu o tema «Design de mobiliário inteligente para criação de hábitos de sono nos estudantes universitários», prototipando uma mesa de cabeceira com várias funcionalidades, como iluminação, sensores de movimento e até carregamento de dispositivos.

Segundo o comunicado enviado, os dois projetos foram orientados por Bárbara Gabriel e Teresa Franqueira (Directora da Design Factory Aveiro) e apresentados perante um júri, que os aprovou com a classificação de «Muito Bom».

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.