O número de crimes registados pelas forças policiais nos concelhos de Paços de Ferreira, Penafiel, Paredes e Lousada aumentou em 2018, segundo dados da Pordata. O concelho pacense teve o maior número de crimes por cada mil habitantes.

Ao longo do ano referido, as forças policiais registaram um ligeiro aumento no número de crimes registados na região. Contas feitas, foram mais 26 casos comparativamente a 2017, um balanço que contrariou a tendência nacional (em todo o país contaram-se menos 8727 delitos do que no ano anterior).

As informações da base de dados Pordata revelaram também que o concelho da zona com maior número de crimes registados em 2018 foi Paredes (1.854), seguido por Penafiel (1.450), Paços de Ferreira (1.377) e Lousada (925).

Nestes municípios, os crimes contra o património foram os mais comuns, representando um terço (33%) do registo criminal total nesse ano. Em seguida, os crimes contra pessoas reuniram 28% do total, com 1568 casos.

Ainda que Paredes tenha registado o maior número de crimes da região, foi o concelho de Paços de Ferreira que contabilizou o maior número de delitos por cada mil habitantes da região. Em 2018, por cada mil pacenses aconteceram 24,3 crimes, enquanto que em Paredes o valor foi de 21,5.

Contudo, o valor de crimes por cada 1000 residentes dos municípios ficou abaixo da média nacional, 32,4.