Beijo / Estudante / Ser / Relação / Mudança / Vida /Ano Novo / Tempo / Coaching / Preguiça / Coaching…para quê? - Poupa / Saber Viver

O primeiro mês de 2022 já passou. Basta repetir este período mais onze vezes e estaremos no final do ano. A questão não está necessariamente no “passar” do tempo mas o quanto, nesse tempo, a pessoa se tornou mais realizada pessoal ou profissionalmente, ou seja, mais feliz. Essa é a referência a adotar nas nossas vidas, independentemente da idade física. Mudanças “significativas” na vida, nem sempre significa grandes mudanças, mas sim pequenas mudanças, com profundo significado.

A questão que se coloca é: Quanto avançou na “mudança” desejada no primeiro mês deste ano?

Se nada ocorreu e continua a procrastinar, cada vez fica “mais pesado” alterar esse comportamento viciante e imobilizador que a longo prazo lhe traz mais sofrimento.

Procrastinar é humano e será até positivo, quando a “carga” de trabalho é demasiado elevada e há que agendar as tarefas por ordem de importância e de urgência. Torna-se apenas negativo e nocivo quando, por sistema e como forma de fuga a algo, adiamos continuamente ações necessárias para o nosso desempenho profissional ou evolução pessoal.


“A questão que se coloca é: Quanto avançou na “mudança” desejada no primeiro mês deste ano?”


Encarar o problema “olhos nos olhos” e aceitar sem recriminação, apenas como constatação, que procrastina, será um primeiro “grande” passo. Aceite pacificamente que, procrastina!

O passo seguinte será averiguar qual a mais valia na sua vida se a procrastinação deixasse de existir e permitisse  que a mudança que tanto sonha acontecesse na sua Vida. Quanto aumentava a sua auto-estima? Quanto mais entusiasmante e motivadora ficava a sua vida? Por tudo isto que sentiu nesta visão “virtual” valerá a pena começar a fazer diferente?

Se sim, há que avançar! É preferível colocar sua energia a libertar-se de comportamentos viciantes, do que intensificar as “amarras” que o metem nessa prisão de sofrimento mental! Afinal, nada tem a perder. Todo o resultado é “lucro”.

Avançar não significa jogar-se de cabeça para ver no que dá! Entusiasmo e motivação descontrolados dificilmente levam a bom porto. Avançar significa orientar essa energia renovadora na execução de um plano previamente estabelecido por si na presença de um Coach.  Através da concretização de pequenos objetivos exequíveis e mensuráveis, da superação de eventuais “resistências” colaterais que vão surgindo, dirija-se até à meta final. Faça acontecer o que deseja!

Aceite o desafio e ganhe coragem para combater o “adiamento” das ações que deviam ter começado em janeiro. O tempo passa e os sonhos vão-se procrastinando!

Através da Prática do Coaching elimine a sua procrastinação, planifique a adequadamente a sua Vida e ganhe tempo para si e para os seus Sonhos.

Não perca o próximo artigo de “Coaching…para quê?”. Leia mais artigos na página de opinião do IMEDIATO.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.