A partir da próxima segunda-feira, os centros de saúde de Paredes e de Rebordosa passam a ter áreas dedicadas para avaliação e tratamento de doentes com COVID-19 em pleno funcionamento.

Em comunicado, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) informou que estas novas áreas dedicadas vão ter o objetivo de “atender os doentes suspeitos de COVID-19, para evitarem o contacto entre os utentes”.

No centro de saúde de Paredes, foram colocadas duas tendas cedidas pelo Exército Português, pela Cruz Vermelha – Delegação de Sobreira e OCDP – Obra de Caridade ao Doente e ao Paralítico, “estando, ainda, de reserva uma tenda da Delegação de Vilela, da Cruz Vermelha Portuguesa”.

Já no centro de saúde de Rebordosa, a entrada lateral (junto à A CELER) vai estar disponível para os utentes.

Para a ARS Norte, “é necessário adotar os procedimentos que, de forma responsável e proporcional à evolução das fases de propagação desta pandemia, salvaguardem a manutenção da saúde pública, na defesa dos riscos potenciais e comprovados, segundo elevados critérios científicos e sociais, e no respeito pelos direitos fundamentais dos cidadãos”.