AEPF Formação Modular

O Centro de Interpretação do Românico, situado em Lousada, está entre os grandes finalistas dos prémios internacionais Architizer A+Awards, na categoria Arquitetura de Museu. As votações estão abertas até 31 de julho.

O projeto foi elaborado pela firma spaceworkers, de Paredes, sob a alçada dos arquitetos Henrique Marques e Rui Dinis.

“O edifício adapta-se ao presente, sem esquecer a importância do passado Românico, criando uma atmosfera simbiótica entre tempos diferentes”, lê-se na página do concurso.

Em comunicado, a plataforma norte-americana de arquitetura responsável pelo prémio, a Architizer, adiantou que estes são “o maior programa de prémios do mundo dedicado a honrar a melhor arquitetura, os melhores espaços e produtos do ano”.

Nesta oitava edição, o concurso vai destacar “as maiores questões” que a arquitetura encontra atualmente.

“Com novas categorias, cobertura por tópicos e um júri pioneiro, os prémios vão celebrar os profissionais da indústria que trabalham na linha da frente dos desafios criativos de hoje em dia”, lê-se na nota.

A votação do público está aberta até ao dia 31 de julho. Pode votar aqui.

AEPF Formação Modular