Câmara /Cabazes/ Paços de Ferreira
Fotografia: IMEDIATO/Ricardo Rodrigues

O executivo da Câmara Municipal de Paços de Ferreira aprovou, em reunião de Câmara realizada esta segunda-feira, a prestação de contas relativa de 2020. Segundo um comunicado da autarquia, pelo sexto ano consecutivo a autarquia apresentou resultados positivos.

“De acordo com o vereador do pelouro das finanças, Joaquim Sousa, o documento revela a boa saúde financeira do município, facto que foi fundamental para que a Câmara Municipal pudesse, num ano a todos os títulos excecional, implementar um conjunto de medidas extraordinárias no âmbito da pandemia da covid-19”, lê-se na nota de imprensa enviada ao IMEDIATO.

Joaquim Sousa sublinhou, além do resultado positivo de 2,4 milhões de euros obtido no ano transato, a diminuição da dívida total do município, que se situava, no final do ano passado, em 42 milhões de euros. “Em 2013 o valor da dívida total do município era de 68 milhões de euros. Em 2020 o valor baixou para 42 milhões de euros. Uma redução de 26 milhões euros”, afirma o comunicado.

Segundo o vereador do pelouro das finanças, os gastos operacionais caíram em 242 mil euros e conseguiu-se uma poupança de 5,2 milhões de euros entre a receita e a despesa correntes, que “permitiu financiar a despesa de investimento” que, desde 2014, ronda os 21 milhões de euros.

Já a execução orçamental da receita e da despesa foi de 98% e 84%, respetivamente. Estas taxas de execução são, de acordo com a Câmara Municipal, “das mais elevadas de sempre”. O pagamento a fornecedores é feito a 12 dias, revela a nota.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *