detido / jovem
Fotografia: Direitos Reservados

Um emigrante de 45 anos, ficou em estado grave depois de se ter atirado do quinto andar de um prédio, na madrugada desta quinta-feira, no centro da cidade de Penafiel, para fugir de às autoridades, depois de agredir a mulher e a filha de três anos. O homem, que era cozinheiro em França, foi levado para o Hospital de Penafiel e depois transferido para o Hospital de São João, no Porto, onde acabou por falecer na manhã desta sexta-feira.

Ao que foi possível apurar, o homem estava nessa madrugada na casa da mulher, no Centro Comercial Brasília, no centro da cidade de Penafiel, onde agrediu a companheira e a filha de ambos, uma bebé de três anos.

Depois da agredida, a mulher chamou as autoridades. Quando se apercebeu de que a GNR se deslocava para o local, o homem atirou-se da varanda, caindo de uma altura de cerca de 15 metros.

O emigrante ficou ferido com gravidade. Foi assistido no local pelos Bombeiros Voluntários de Penafiel e transportado para o Hospital Padre Américo, em Penafiel. Foi depois transferido para o Hospital de São João, no Porto, onde acabou por falecer na manhã desta sexta-feira.

Na noite das agressões, a mulher e a menina também receberam tratamento hospitalar.

 

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.