aguardente apreendida
Fotografia: GNR

A Guarda Nacional Republicana apreendeu 6.580 litros de aguardente numa destilaria não autorizada, no concelho de Lousada. O material apreendido está avaliado em cerca de 57.500 euros e a sua introdução no mercado prejuízos de 63 500 euros em impostos aos Estado Português.

Segundo um comunicado da força policial, esta operação – designada de «Cuba» –  decorreu no âmbito de uma investigação que decorria há cerca de seis meses pelo crime aduaneiro de introdução fraudulenta no consumo.

Os militares do Destacamento de Acção Fiscal do Porto “deram cumprimento a um mandado de busca numa destilaria e armazém não autorizado e sem controlo aduaneiro, escapando deste modo às obrigações tributárias de declaração e pagamento dos impostos incidentes, culminando na apreensão de 6.580 litros de aguardente”, relata a GNR, na nota divulgada.

As contas feitas pela Guarda indicam que o valor da aguardente apreendida ascende aos 57.500 euros e a sua introdução no mercado “teria causado um prejuízo ao Estado Português, em sede de imposto especial de consumo e de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), num valor aproximado de 63.500 euros”.

Durante a operação policial, foi também identificado um homem de 51 anos. Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Lousada.

destilaria gnr

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.